Município de Alijó


Alijó é o 3.º mais eficiente da CIMDOURO | Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2018

Mini_0

O Município de Alijó foi o terceiro mais eficiente da CIM Douro ao nível da gestão financeira, no ano de 2018, segundo dados disponibilizados pelo Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, no fim de outubro. Se tivermos em conta o distrito de Vila Real, Alijó foi o segundo município com melhor gestão financeira, só ficando atrás de Boticas.

Em termos do ranking global dos municípios de pequena dimensão, Alijó ficou classificada na 45.ª posição, sendo uma das três únicas Câmaras da CIM Douro que integram a lista dos 100 municípios melhor classificados globalmente. As outras duas são Penedono e Vila Nova de Foz Côa.

Em 2015, por exemplo, a Câmara de Alijó estava classificada na 121.ª posição, o que representa uma subida significativa em termos de eficiência financeira. Este ranking tem em conta a pontuação obtida por cada município num conjunto de 11 indicadores de eficiência global, nomeadamente o índice de liquidez, o prazo médio de pagamentos, o índice de dívida total ou os impostos diretos por habitante.

Em paralelo, o Município de Alijó apresenta um índice de dívida total de 124,5%, valor que tem vindo a diminuir consideravelmente. A título de exemplo, em 2013, este índice era de 190,8%, o que colocava Alijó como o 23.º município com maior índice de dívida total a nível nacional.

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses revela ainda que Alijó é o 30.º município do país com “maior diminuição da coleta de IMI em 2018”. Em relação a 2017, houve uma diminuição de 61.112 euros (passou de 1.051.283€, em 2017, para 990.171€, em 2018).

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses é um estudo desenvolvido pela Ordem dos Contabilistas Certificados, que faz uma análise económica e financeira das contas dos 308 municípios portugueses no exercício económico de cada ano.

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses agora apresentado vem dar razão ao Executivo Municipal quando em Maio deste ano contestou o Rating Municipal Português da autoria do Dr. Paulo Caldas, apresentado na ordem dos economistas, porque tinha a plena convicção de que as premissas daquele estudo, que colocava Alijó nas piores posições, não estavam corretas.

O Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses agora apresentado assenta nos dados dos relatórios e contas de todos os Municípios e, este sim, espelha a realidade dos números pelo que nos podemos congratular com os resultados obtidos pelo Município de Alijó.

Adicionada: 09 de Novembro 2019


* Boletim Municipal Digital

Fique a par de todas as nossas novidades em primeiro lugar. Subscreva já o nosso Boletim Municipal Digital.

 

RPGN

A RPGN é um incentivo à empregabilidade dos jovens

PDR2020

PDR2020

SOS Vespa

SOS-VESPA

NetEmprego

NETEMPREGO

Comércio investe

Comércio investe
QREN