Município de Alijó


Covid-19: Presidente do Município de Alijó faz ponto de situação

Mini_0

Devido ao aumento significativo nas últimas semanas de casos de infeção por COVID-19, o concelho de Alijó passou a integrar a lista de 121 municípios com risco de elevada transmissão da doença, pelo que a partir de amanhã, dia 4 de novembro, ficamos sujeitos a novas medidas restritivas.

Para a implementação destas medidas reativámos o gabinete de crise para garantir a articulação com as diversas entidades que estão no terreno.

Manteremos os equipamentos municipais abertos, adotando o regime de teletrabalho e, quando este não for possível, o desfasamento de horários.

Apelo a todos aqueles que necessitam de recorrer aos serviços municipais que o façam por telefone ou vias digitais, sempre que possível, ou que recorram ao atendimento através de marcação prévia, evitando assim a deslocação aos serviços e consequente concentração de pessoas.

Ainda por determinação do Conselho de Ministros, as feiras e mercados de levante estão proibidos, deixando ao critério das autarquias locais eventual decisão em contrário. Dada a proximidade da tradicional feira de São Martinho, a 11 de novembro, Dia do Município, estamos a trabalhar com as autoridades competentes no sentido de tomar uma decisão quanto à sua eventual realização em segurança.

Certamente que a atual situação não deixará de ter reflexos nas comemorações desta importante data para o concelho, que será assinalada de forma simbólica, na esperança de que, no próximo ano, possamos voltar a celebrá-la todos juntos, com a dimensão que o nosso Feriado Municipal merece.

Aproveito para expressar a minha solidariedade a toda a população do Concelho de Alijó e, em particular, aos Sanfinenses porque sei que estão a viver momentos difíceis, mas que juntos havemos de superar. Deixo aqui a informação de que a escola primária de Sanfins do Douro, que fechou temporariamente devido ao foco de contágio que ocorreu na freguesia, retomará a sua atividade normal amanhã, dia 4 de novembro.

Os mais recentes boletins emitidos pelas autoridades de Saúde Pública revelam uma tendência de diminuição dos casos ativos no concelho. No entanto não devemos baixar a guarda e por isso apelo a todos para que mantenham comportamentos responsáveis, seguindo as orientações das autoridades de saúde. Neste contexto, assume particular importância o dever cívico de recolhimento, como forma de cortar eventuais cadeias de contágio.

Acreditamos que foi devido à atitude proativa do Município, através de um vasto plano de testes de despistagem junto dos utentes e trabalhadores das IPSS, associações humanitárias de bombeiros, trabalhadores da autarquia, professores e auxiliares ligados à educação, que foi possível detetar em tempo oportuno focos ativos, o que permitiu às autoridades de saúde adotar medidas concretas que impedissem o alastramento do contágio.

O Município mantém-se vigilante e atento à evolução da pandemia no nosso concelho, não abdicando da sua política de despistagem e adotando em cada momento as medidas consideradas mais adequadas à situação.

Termino com uma palavra de esperança e com a garantia de que continuamos determinados em tudo fazer para ultrapassar este momento de dificuldade, desejando rápidas melhoras a todos que contraíram a doença.

O Presidente da Câmara Municipal de Alijó,

José Rodrigues Paredes

A comunicação em vídeo está disponível na página do Facebook do Município de Alijó.

Adicionada: 03 de Novembro 2020

Projetos cofinanciados pela EU


* Boletim Municipal Digital

Fique a par de todas as nossas novidades em primeiro lugar. Subscreva já o nosso Boletim Municipal Digital.

 

RPGN

A RPGN é um incentivo à empregabilidade dos jovens

PDR2020

PDR2020

SOS Vespa

SOS-VESPA

NetEmprego

NETEMPREGO

Comércio investe

Comércio investe
QREN